Sobre o Blog

Este é um blog despretensioso, criado após muita insistência da minha irmã, para que eu registrasse as minhas receitas e compartilhasse com ela. Ela criou e nomeou o blog, utilizando a forma como me chama: Brunildinha. Este é um espaço onde compartilho minhas receitas, não só com ela, mas com todos vocês!

domingo, 28 de setembro de 2014

ESPECIAL ERVAS E ESPECIARIAS: INTRODUÇÃO

Se existe algo capaz de adicionar sabores e aromas de forma rápida às receitas são as ervas e especiarias. A maior parte das ervas que utilizamos cresce em clima temperado, enquanto que as especiarias são produtos de plantas tropicais: raízes aromáticas, cascas, sementes, brotos e frutas, em geral utilizados em sua forma desidratada, inteira ou moída.


Fonte da imagem: Google



As ervas podem ser usadas no estado fresco ou seco. Quando comparamos os dois tipos, as ervas secas tem mais paladar enquanto que as frescas são mais aromáticas. Adicionadas no inicio do cozimento transmitem sabor e no final garantem a retenção do aroma. De modo geral, eu prefiro utilizar sempre as frescas, com excessão do orégano (acho o fresco muito forte), mas na impossibilidade de encontrar algumas ervas in natura, recorro as secas.


Apesar de existirem diversas ervas/especiarias, muitas vezes não as utilizamos, por não conhecer e não saber com quais ingredientes combinam. Atendendo a pedidos, resolvi escrever uma série de posts especiais explicando um pouco sobre os diferentes tipos. Dividi as ervas e especiarias de acordo com o sabor dominante e escreverei um post sobre cada uma delas: 

  • Ervas frescas e suaves
  • Ervas perfumadas
  • Ervas cítricas ou acres
  • Ervas anisadas ou com sabor de alcaçuz
  • Ervas mentoladas
  • Ervas aceboladas: alho
  • Ervas amargas e adstringentes
  • Ervas picantes e pungentes: alecrim
  • Especiarias com sabor oleaginoso
  • Especiarias perfumadas
  • Especiarias acidíferas e frutadas
  • Especiarias cítricas
  • Especiarias anisadas ou com sabor de alcaçuz
  • Especiarias fortes e terrosas
  • Especiarias amargas e adstringentes
  • Especiarias pungentes
  • Misturas de ervas
  • Misturas de especiarias
Além disso, a combinação de ervas e especiarias específicas é o que define parte das caracteristicas das culinárias regionais. E quando usamos estas combinações é possível recriar pratos autênticos de diversas culturas e países. Para ajudá-los a conhecer melhor estas combinações, convidei alguns amigos para escreverem sobre a cozinha dos países em que viveram. 
  • Sabores do México
  • Sabores da Itália
  • Sabores da França
  • Sabores do Brasil
  • Sabores de Portugal

2 comentários:

  1. Eu odeio sal, tempero tudo com ervas, pimentas, alho, cebola... nem sinto falta!

    bjs de Filipinas,
    Gabi Barbará
    Barbaridades!
    Me ajude a tornar o Barbaridades ainda melhor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabi, eu sou o contrario!!! Gosto muiiiiito!!! :) Beijos

      Excluir